03/07/2008

Pequeno Guia das Mínimas Certezas – Capítulo I

- para ter certeza do início do dia, confira se escorre de seus olhos um pouco de azul e sinta, com a ponta dos dedos, se o peito tem a cor levemente avermelhada; na falta de um desses sinais, volte a dormir: é muito cedo.

- para ter certeza de que já não existe dor, apalpe o travesseiro e perceba se dentro dele há espinhos; em caso afirmativo, duas aspirinas e chocolate; do contrário, seu pulso não precisa se preocupar com a navalha.

- para ter certeza de que "o elevador se encontra parado no mesmo”, dê três pulos, gire da esquerda para a direita, cumprimente “o mesmo” (que deve lhe retribuir com um aceno de mão) e inspire: se o chão tremer, aperte novamente o botão e aguarde. Não corra riscos desnecessários.

2 comentários:

moacircaetano disse...

Pra imprimir e guardar na carteira!

Pri Rezende disse...

Ameiiiiiiiii a nova "série"!!!Bacio!!!