13/07/2007

As Várias Faces de Jackie S.

{Quem é Jackie S. - breve biografia, a título de prólogo}

Jackie S. nasceu ao som do “Toreador” de Carmem, de Bizet,
19 anos depois do nascimento de Jaqueline da Silva Só (Silva
de mãe e Só de pai, que nunca teve).
Jackie S. habita uma caixa lilás (tam. 23 x 35 x 12 cm), localizada em uma sacola amarela das antigas Casas Pernambucanas, que, por sua vez, faz parte de um país chamado Terceira Gaveta da Cômoda, uma ilha no hemisfério sul do planeta chamado Quarto de Jaqueline.
Jackie S. tem olhos nublados, cabelos curtos, unhas roídas, sorriso pequeno, e usa pantufas cor de rosa para ir ao supermercado. Toma café em copo de geléia, que segura com as duas mãos porque sente muito frio nos joelhos. E não gosta de batatas fritas.
Jackie S. é ambidestra e escreve mal com os dois pés. Tem talento para a música, mas a cada 28 dias perde a voz, que escorre por suas pernas chegando a manchar o lençol.
Jackie S. largou a escola, o namorado, a mãe, o cigarro e o arroz, tudo ao mesmo tempo, durante a grande Crise de Asma de 39.
Jackie S. não está formada e, por conseguinte, não está pronta. Portanto, qualquer coisa que se diga sobre ela será mera especulação, mexerico, maledicência ou coisa que não o valha.
Jackie S. tem aproximadamente 365,4 máscaras em seu guarda-roupa, e as escolhe de acordo com a cor da alma do dia, sempre após lamber o dedo mínimo da mão esquerda, levar a mão à janela e ver a direção do vento: invariavelmente se decide pela direção oposta às correntes de ar, porque adora correr atrás de chapéus. Especialmente em meio à chuva.
Não é louca.
Dizem.
Mas ninguém nunca contestou.

4 comentários:

ju disse...

faltou dizer que j.s. é grande amiga de alice a.

moacircaetano, todo prosa! disse...

e quem é louco de contestar?

ju disse...

http://azaroseuquerida.wordpress.com/2007/07/17/the-book-is-on-the-table/

um convite.
:)

Anderson Pinheiro disse...

ha ha ha. gostei mesmo. boa contrução. abraço.