11/06/2007

Eu por aí



Poema meu publicado no excelente blog de Albert Piauí.

7 comentários:

Morrer [de Rir] ... disse...

O poema também foi publicado em um pacote que a Halley estava distribuindo lá pelo Salipi. Engraçado que assim que li "o poema da barata", achei o máximo. Imagine só a minha surpresa quando descobri que era o seu. =)

Stefano Ferreira disse...

André,
Adoro seus textos literários com cheiro de infância e a Gosto de malícia escondida nas entrelinhas.
Lí esse poema pela primeira vez no overmundo e pirei.Muito bom!
Passa no mau blog.A poesia as vezes pinta por lá também...
www.acordachita.blogspot.com

Cooper disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
George disse...

Muito bom, inclusive já tive o privilégio de tacá-lo no peito de uma pessoa rsrs abraço!

anaclara disse...

"..displicentemente o nervo se contrai.."

Já tinha visto no belo blog Do Albert, e no folheto do Salipi tb!
Poema precisamente encantador.
=]

Renata disse...

mas mata bem no cantinho, para não ter como fugir.

Que bom que voltou!

Gostei do farinhada com vc aqui.

Inté.

Albert Piauí disse...

André,
Onde posso ver mais fotos sua?
Esse seu poema está fazendo história.