28/07/2005

O Presidente Jatobá

Para dizer a verdade eu acho o Jatobá um chato. Para mim ele é o Chatobá. E, além do Chatobá, eu acho o Marcos Frota um chato. Não sei porquê. Ele não me fez nada. Ele não me atingiu em nada. Mas eu acho. O Chatobá ainda é mais chato que o Marcos Frota. Porque o Chatobá é uma mistura do velho Mac Gyver com o Stevie Wonder. E, agora, deu para andar cercado de chatobazinhos. Uma espécie de Michael Jackson que não enxerga um palmo adiante do nariz. Sei da importância social do Jatobá, digo, Chatobá. Os portadores de deficiência visual, que no meu tempo se podia chamar de cegos sem medo de ser tachado de preconceituoso, claro que se sentem representados. O personagem valoriza os cegos. Mostra que um portador de deficiência visual não é um inválido. Mas isso a gente sabe. Eu sei desde criança. Eu tenho cds do Ray Charles, que era cego. E gênio. E rico. E negro. Ou afro-americano. Mas poderiam ter arrumado um cego menos chato que o Chatobá. Agora, além de ser obrigado a ver novela ao invés de assistir XVII de Xapuri x Santa Mônica de Alagoas, sou obrigado a ver a trupe do Chatobá todos os dias na tv. Chatobá e os chatobazinhos. Chatobá, a ex-Salete chorona, outros dois e ainda o filho do Roberto Carlos. O Roberto Carlos já é chatíssimo, o filho dele, então, nem se fala. Sei que basta desligar ou mudar de canal. Eu sei. Mas não dá. Chatobá é um caso de amor e ódio. Ele me enche o saco, mas eu quero ver. É como depoimento nas CPIs: nada pode ser mais chato, mas a gente fica querendo ver. Ainda mais agora que tem capítulos diários. Tem vilão. Tem bandido. Tem pretensa heroína. Tem piada. Tem tramóia. Tem briga. Tem aliança. Tem dinheiro na cueca. Tem Polícia Federal. Tem traição. Melhor tirar do ar o Chatobá e deixar a Heloísa Helena. Chato por chato, melhor a Heloísa Helena. Que é menos chata, também, que a Haydeé. Haydeé, a mulher do Glauco. Haydeé, a cleptomaníaca que vai substituir Delúbio Soares na tesouraria do PT. Sob o olhar atento de Chatobá, que enxerga tudo. Chatobá dirige carro. Chatobá dança tango. Chatobá toca tuba. Chatobá é neurocirurgião. Chatobá é surfista. Chatobá é trapezista. Chatobá pilota jato. Chatobá paquera a mulherada piscando o olho. Chatobá consegue fazer tudo que um ser humano com dois olhos bons não consegue. Chatobá é a outra identidade de Matt Murdock, que é a identidade secreta do Demolidor, o único super-herói deficiente da Marvel. Chatobá deve ser chamado pela CPI para dizer o que viu. Chatobá vê tudo. Dizem que foi ele quem viu os dólares no cuecão. Dizem que foi ele quem viu os dólares na mala. Dizem que foi ele que denunciou a Daslu. Dizem que ele é candidato a presidente. Não duvido. Jatobá, o Chatobá, é onipotente, onisciente, onipresente. Porque não pode ser presidente? Eu não voto em Chatobá. Mas ele pode ser uma boa opção. Depois de um presidente sem dedinho, porque não um presidente ceguinho? Depois de um presidente que não viu nada, porque um que não vê mas, pelo menos, enxerga? Eu acho o Jatobá um chato. Mas é melhor o Chatobá ser o sucessor do Lula. Ou, então, a gente compra um cão-guia e leva pro Planalto. Porque o pior cego é o que não quer ver. Vai ver o Lula não quer. Mas o Jatobá morre de vontade.

Um comentário:

Roze disse...

André, você estava em sã consciência quando escreveu isso? Você escreve muito bem, mas acredito que tenha sido muito infeliz nesse comentário. Você tem noção do que é ser cego? Tenho certeza que não, caso soubesse não teria escrito isso. Eu conheço pessoas cegas, já estudei com dois e sei qual é a importância dessa novela para a vida em sociedade dessas pessoas. Tudo bem, concordo quando você diz que ele faz tudo, o que na realidade chega a ser um exagero, mas você pegou pesado viu? Você viu uma reportagem que passou no Fantástico de um restaurante em que as pessoas comem no escuro? Você viu que muita gente não teve paciência e comeu com a mão? Pois é, pessoas com dois olhos, que enxergam igual a você, e não conseguirão se comportar como deveriam se tivessem em um local iluminado. Como você mesmo disse "o pior cego é aquele que não quer ver".